19 de outubro de 2017

Brincar performático: uma possibilidade para vivenciar o currículo

Fabricia Pereira Teles

Isabella Cruz Sena

Jéssica Aline Almeida dos Santos

Márcia Pereira de Carvalho

Marisol Saucedo Revollo

Samanta Malta

Vitor Manoel Mendes da Silva

Viviane Letícia Silva Carrijo

 

Resumo:

Este minicurso tem como objetivo discutir o papel do brincar performático no processo de ensino-aprendizagem como alternativa para desenvolvimento de um currículo escolar interdisciplinar, conectado a diferentes contextos da vida real. Destina-se a professores, gestores e alunos interessados em pensar formas de organização do currículo por meio do brincar. O minicurso também se propõe a discutir sobre a criação de propostas didáticas desencapsuladas (LIBERALI, no prelo), pautadas na correlação entre os saberes escolares e os da vida social. Para tanto, fundamenta-se na perspectiva vygotskyana, especificamente, no brincar performático que, como proposta prático-teórica, possibilita ao sujeito imitação, imaginação e vivência de experiências singulares da vida social, significando e ressignificando modos de pensar, sentir e agir na direção do tornar-se (VYGOTSKY, 1934/1998; HOLZMAN, 2009; MALTA, 2015). Esse movimento propicia a articulação entre os conhecimentos cotidianos e os científicos (VYGOTSKY, 1930/2002). O minicurso se organizará em quatro momentos: a) experienciar o brincar como performance; b) discutir teoricamente o brincar performático para organização do currículo; c) construir tarefas práticas para contextualizar os conceitos discutidos por meio de questionamentos; d) produzir tarefas por meio de performances conforme os diferentes contextos educacionais. Apoiado na Pesquisa Crítica de Colaboração (MAGALHÃES, 2011), este trabalho terá práticas em que os participantes serão responsáveis pelo ensino-aprendizagem e pelo desenvolvimento uns dos outros. O minicurso colabora para discussão, construção e ressignificação do papel do brincar performático para vida e reorganização do currículo escolar.

 

Palavras-chave: Brincar performático; currículo; contextos escolares.

 

inscreva-se